Televisão o fenômeno Rebelde !

A trama mexicana da Televisa que o SBT exibe de segunda a sexta, às 20h, reduz os relacionamentos juvenis ao grau zero da obviedade.

Pais e professores são invariavelmente chatos e repressores, incapazes de participar e compreender o universo dos filhos e alunos. Curiosamente é o avesso apresentado em muitas novelas brasileiras, nas quais os pais e professores são "descolados" e participativos.

Com esses "atrativos", fica mais fácil entender a razão pela qual a novela se tornou sensação entre crianças e adolescentes. Rebelde atrai porque os personagens "revelam" seus desejos e emoções, sem se deixar castrar pela escola ou família. E estes desejos terminam reduzidos ao repertório mínimo de incessantes namoros, permanentes briguinhas e caudalosas choradeiras aos quais os personagens se entregam com fúria. O que pode parecer promíscuo numa primeira leitura é, na verdade, de singela ingenuidade

Para completar o sucesso, o fenômeno Rebelde ainda é "embalado" pelas canções do RBD, grupo de música pop originado na trama, que só no Brasil vendeu cerca de 2,5 milhões de CDs.

A combinação de música e novela conquistou uma boa audiência. No início do ano, quando era exibido às 18h.

Como a mudança de horário das produções é costumeira no SBT, aos poucos a novela foi sendo transferida para 19h. E a estratégia deu certo, porque a Globo exibia Bang Bang na época, fiasco que chegou a ficar abaixo dos 30 pontos. Mas nos últimos meses a trama caiu no Ibope.

Atualmente, Rebelde vem registrando sete, oito pontos de média, com picos de 10. Cobras & Lagartos, por sua vez, sucedeu Bang Bang e ficou acima dos 40 pontos na maior parte do tempo em que esteve no ar. A tática de Silvio Santos foi mudar a historieta mexicana novamente de horário. O que não surtiu o efeito esperado.

Nos Cinemas




Fonte da Vida








O filme mostra três histórias paralelas sobre a vida, morte e amor. Todas são separadas por mil anos e lidam com a fragilidade da existência neste mundo.


No século XVI, a rainha Isabel (Rachel Weisz), da Espanha, foi acusada pela Santa Inquisição de cometer heresia. O conquistador Tomas (Hugh Jackman) se ofereceu para encontrar uma árvore cuja seiva pudesse tornar um ser humano imortal. Seu objetivo era impedir que as ameaças de morte feitas a ela se concretizassem e que o reino mudasse de mãos. A tarefa se revelou cheia de perigos e grandes riscos.

Quase 400 anos depois, na época atual, o médico Thomas Creo (Hugh Jackman) quer também encontrar A Fonte da Vida. Desta vez, quem corre perigo é a sua esposa, Izzy (Rachel Weisz). Ao mesmo tempo em que faz experiências com macacos para compreender se é possível curar rapidamente tumores, ele torce para que ela não se vá até que a solução seja encontrada. Por fim, no futuro, é um homem solitário quem procura pela solução de todos os males.

Um Homem de Decisão

No dia 5 de dezembro de 1901, na cidade de Chicago, nascia o maior gênio do desenho animado de todos os tempos, Walter Elias Disney, quarto filho de uma família pobre.
Walt Disney, como é conhecido no mundo inteiro, foi um homem que sempre acreditou em seus sonhos e fez de tudo para realizá-los.
Decisão, vontade, persistência e muita criatividade eram as virtudes mais marcantes daquele homem que construiu um império, tendo como capital inicial apenas o seu talento artístico.
Seu lema era: "se nós podemos sonhar, nós podemos fazer".
E quem não conhece muitos de seus sonhos que viraram realidade e até hoje encantam adultos e crianças, como, por exemplo, o personagem Mickey Mouse, e Disneylândia, o primeiro parque temático do mundo?
Walt Disney não pretendia sensibilizar somente os corações infantis, conforme ele mesmo afirmou, certa feita: "não faço filmes especialmente dedicados às crianças. Chamemos a criança de inocência. Mesmo o pior de nós não é desprovido de inocência, ainda que ela esteja profundamente enterrada. Em minha obra, tento alcançar e falar a essa inocência"
Walt Disney não se deixou levar pelas circunstâncias desfavoráveis que o rondavam. Um dia resolveu segurar o leme de sua própria embarcação.
Eis o que ele escreveu:

"E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...

Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.

Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.

Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.

Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.

Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.

Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.

Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde.
Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.

Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir.

Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de "amigo".
Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, "o amor é uma filosofia de vida".
Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente.
Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, decidi trocar tantas coisas...
Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.
E desde aquele dia já não durmo para descansar... simplesmente durmo para sonhar".
...............
Certamente um homem de decisão.
Um exemplo de perseverança e força de vontade.
E você, já resolveu tomar o leme da sua embarcação?
Se ainda não, hoje é um bom dia.
Afinal, "se nós podemos sonhar, nós podemos fazer".

Se amou todos os filmes da série, você não vai se decepcionar com este aqui

TODO MUNDO EM PÂNICO 4


O filme fica um pouco incompreensível para quem não viu nenhum dos filmes satirizados (Guerra dos Mundos, O Grito, Jogos Mortais, O Segredo de Brokeback Mountain, A vila, Menina de Ouro, Fahrenheit 11 de Setembro )