Conheça mais sobre Tim Burton

O diretor de cinema norte-americano Tim Burton, rei dos contos de fada macabros como "A fantástica fábrica de chocolate", "A noiva cadáver" e "Edward mãos de tesoura "
e outros filmes



Ao longo da sua carreira, Tim Burton foi responsável pela criação de memoráveis filmes e personagens

O site britânico Female First criou uma lista com os cinco maiores êxitos de bilheteiras do cineasta.

Top cinco de filmes de Tim Burton:

1 - Big Fish

«Big fish» é um filme de fantasia com Ewan McGregor, Albert Finney, Billy Crudup e Jessica Lange, considerado uma obra-prima de Tim Burton, que com um baixo orçamento usou o seu sentido de surrealismo numa história única de fantasia.
O filme foi nomeado para quatro Globos de Ouro, incluindo Melhor Filme.

2 - Batman

O realizador foi responsável pelo projeto estreado em 1989, na primeira adaptação do herói de BD ao grande ecrã, num filme com um orçamento relativamente baixo, mas com o apoio da maior campanha de marketing que se fez para cinema até à altura.
A personagem Joker, interpretada por Jack Nicholson, tornou-se num ícone entre os maiores vilões do cinema de todos os tempos.

3 - Eduardo Mãos de Tesoura

Este filme foi considerado uma versão moderna da «Bela e o Monstro», numa visão exagerada de Burton sobre os subúrbios norte-americanos.
O jovem Johnny Depp, que até então era uma estrela da televisão, foi contratado por Burton para ser protagonista neste projeto, que o lançou no mundo do cinema e com isso criou uma união de sucesso entre o ator e o cineasta quase por duas décadas.
Burton viu este seu projeto cinematográfico vencer o Oscar de Melhor Maquiagem.

4 - O Estranho Mundo De Jack

Neste filme Tim Burton passou o comando a Henry Selick e assumiu o papel de produtor, acabando por ser nomeado para o Oscar de Melhor Efeito Especial.

5 - A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

Em 1999, Burton juntou-se a Johnny Depp pela terceira vez numa produção cinematográfica, onde o ator interpretou a personagem lendária Washington Irving.
A quando da sua estréia, a crítica desfez o filme por considerar que tinha demasiadas cenas violentas e sangrentas, levando Burton a defender-se em conferência de imprensa. Contudo, a produção foi também muito elogiada e acabou por se tornar num sucesso de bilheteira.