TVs deverão conter software de interatividade em 2013


Norma vale para aparelhos  de LCD produzidos na Zona Franca de Manaus

Três quartos dos televisores fabricados no Brasil deverão obrigatoriamente trazer embutido, a partir de 2013, o software Ginga, que permite interação entre programação e espectadores. No ano seguinte, o percentual subirá para 90%. A determinação foi publicada nesta sexta-feira 26/02/2012 no Diário Oficial da União.

Os ministérios da Ciência e Tecnologia e do Desenvolvimento assinaram na quinta-feira o decreto que define 

o cronograma de adoção do Ginga. As negociações com fabricantes de TVs levam em conta apenas aparelhos de TVde LCD produzidos na Zona Franca de Manaus - os aparelhos de tubo não precisarão se adequar à nova norma.

A introdução do recurso antes do prazo será opcional para a indústria, e os fabricantes que se anteciparam poderão deduzir o excedente da cota de 2013. 

Com a adoção do software, emissoras e desenvolvedores poderão criar aplicativos para enriquecer a experiência do espectador. Será possível, por exemplo, participar de enquetes e escolher câmeras diferentes no momento de assistir a uma atração.


Fonte: Veja


Trocar refrigerante por água realmente emagrece, diz estudo

Trocar seu refrigerante por água – ou ao menos a versão diet – realmente pode ajudar a perder alguns quilos, concluiu um recente estudo.
Uma sugestão bem comum na batalha contra os quilos a mais na balança é trocar os refrigerantes açucarados por água ou outras bebidas livres de calorias que ajudam a matar a sede.
Mas, mesmo sendo um conselho absolutamente lógico, até agora nenhuma pesquisa tinha sido feita para mostrar se mudar esse hábito realmente funciona ndieta.
Neste estudo, os pesquisadores designaram aleatoriamente 318 adultos com sobrepeso para um de três grupos: o primeiro substituiu bebidas açucaradas por água, o segundo trocou por bebidas diet, e o terceiro recebeu orientações sobre perda de peso e pôde fazer as trocas que quisesse na dieta.
Depois de seis meses, todos os três grupos haviam perdido, em média, de 2kg a 2,5kg Os dois grupos que cortaram as bebidas açucaradas, no entanto, foram mais propensos a perder ao menos 5% de seu peso inicial: isso ocorreu com 20% deles, contra 11% no grupo que recebeu apenas orientações sobre emagrecimento.
Uma perda de peso de 5% é “clinicamente significativa” – ou suficiente para que sejam observados benefícios à saúde, como a redução da pressão arterial, disse a pesquisadora principal, Deborah F. Tate, da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill (EUA).
“As pessoas que precisam perder peso, muitas vezes acham assustador revisar a dieta e adaptá-la de forma mais saudável. Trocar algumas bebidas doces por opções sem açúcar pode parecer uma alternativa relativamente fácil”, afirmou Tate em entrevista à Reuters Health.
Em média, os participantes do estudo perderam cerca de 2% de seu peso corporal. Para a pesquisadora, não é uma perda enorme, mas é um passo na direção certa.
“Pode ser um bom primeiro passo. Depois de se habituar a consumir bebidas livres de calorias, você pode fazer alterações nos seus hábitos alimentares” sugeriu ela.
As descobertas, publicadas no American Journal of Clinical Nutrition, são baseadas em adultos que eram significativamente obesos, e estavam ingerindo pelo menos 280 calorias em forma de líquidos (excluindo leite) todos os dias.
Embora o grupo que trocou o refrigerante com açúcar pelo diet tenha emagrecido, em média, tanto quanto o que subsitituiu a bebida açucarada por água, este último apresentou reduções significativas da pressão arterial – bem maiores do que o grupo do refrigerante diet.
Não está claro por que isso aconteceu, afirmou Tate. Mas o grupo teve melhores níveis de hidratação, o que pode ajudar a explicar a melhora da pressão arterial.
Alguns estudos já descobriram que as pessoas que bebem regularmente refrigerantes diet de fato têm um maior risco de desenvolver diabetes quando comparados com pessoas que passam longe das bebidas adoçadas artificialmente. Mas as razões para essa relação ainda são desconhecidas, e podem não ser relacionadas com as bebidas dietéticas por si só.
* Por Amy Norton


Para quem mora em uma cidade do interior do Brasil


Para quem mora em uma cidade do interior do Brasil
Sabe como é difícil ter opções boas de rádios, uma dica e pesquisar rádios online

Escuto todo dia a JB FM a internet de da possibilidade isso que acho fantástico  
Separei 3 opções de rádios online no Rio de Janeiro








Itaú visita família de bebê e esclarece almofada "polêmica"


O Itaú Unibanco divulgou um novo comercial onde esclarece a polêmica sobre a propaganda da empresa na qual uma criança aparecia dando gargalhadas enquanto uma pessoa (da qual aparecem apenas as mãos) rasga uma folha de papel, deixando à mostra uma almofada cuja estampa tem um desenho similar ao de uma folha de maconha.
No novo comercial, os pais da criança (que também foram os autores do vídeo) aparecem explicando como realizaram a gravação. De acordo com o pai do garoto, após receber uma resposta negativa de uma proposta de emprego, ele rasgou o papel. Surpreendentemente a criança começou a rir com a situação; ele então gravou o vídeo e colocou na internet.
Após a apresentação, o vídeo exibe a pergunta "E a almofada?". A entrevistadora pergunta ao casal se eles sabem da repercussão sobre a almofada. A mãe do garoto diz que a almofada é apenas um objeto decorativo que ela encontrou em uma loja e gostou, a mulher afirma ainda que nunca imaginaria que o objeto geraria tanta polêmica. O pai afirma então que eles nunca usaram drogas e por isso não reconheceram a semelhança. Ao final, o casal afirma de modo bem humorado que ficaram chocados com a repercussão.
O anúncio do Itaú Unibanco para TV no qual aparece o bebê gargalhando fala sobre o uso da internet para acesso do extrato em vez de recebe-lo em papel, por carta. Na versão original (o vídeo não foi produzido especificamente para a campanha publicitária, mas foi feita uma adaptação de um da internet), a almofada com a estampa aparece - assim como no vídeo postado pela instituição financeira na internet. Contudo, na propaganda da TV, a estampa da almofada já é outra.
O vídeo original na internet já foi visto por cerca de 35 milhões de pessoas e sofreu algumas alterações para ser usado como anúncio do Itaú Unibanco. A cor do macacão usado pela criança foi trocada para o laranja, símbolo da instituição financeira. Já uma toalha verde que aparece em cima da almofada, ficou azul. No entanto, a estampa com a folha da maconha - na versão da internet - permaneceu. No Twitter, alguns internautas comentaram sobre a intenção ou não de manter a imagem atrás da cena principal.


humor

Falsa grávida de Taubaté ganha marchinha de Carnaval




“Olha o barrigão dessa mulher. É filho ou não é? É filho ou não é?”. Esse é um trecho da marchinha de Carnaval “Barrigão de Taubaté”, produzida pela Banda Mole de Guaratinguetá (a 176 km de São Paulo), em homenagem à falsa grávida de quadrigêmeos, a pedagoga Maria Verônica Aparecida César Santos, de 25 anos.

O Clube Recomenda

O Homem do Futuro



Sinopse

João/Zero (Wagner Moura) é um cientista genial, mas infeliz porque há 20 anos atrás foi humilhado publicamente durante uma festa e perdeu Helena (Alinne Moraes), uma antiga e eterna paixão. Certo dia, uma experiência com um de seus inventos permite que ele faça uma viagem no tempo, retornando para aquela época e podendo interferir no seu destino. Mas quando ele retorna, descobre que sua vida mudou totalmente e agora precisa encontrar um jeito de mudar essa história, nem que para isso tenha que voltar novamente ao passado. Será que ele conseguirá acertar as coisas?