Dicas Para Upar videos no Youtube

Não é fácil colocar os vídeos no YouTube 


Claro É bom ter uma internet com no mínimo 600k de velocidade, mas o problema as vezes são os direitos autorais 


 Essa semana eu upei vários vídeos dos mais variados temas e recebi varias mensagem deles Uma dica e colocar palavras que não tenham nada a ver com o vídeo.


  Porem para ele ser achado no mecanismo de busca vai ficar um pouco mais difícil olha As mensagens que traduzi do meu e-mail de vídeos que upei




 Caro ——, Seu vídeo "Exorcismo Psicologia Pura e Nada Mais", pode ter conteúdo que é de propriedade ou licenciado por Bollore Digital Direct, mas ele ainda está disponível no YouTube! Em alguns casos, os anúncios podem aparecer ao lado dele. Esta afirmação não é penalizar o status da conta. Visite sua página Aviso de direitos autorais para mais detalhes sobre a política aplicada para o seu vídeo. Atenciosamente, - A equipe do YouTube 




 Caro ——————, Seu vídeo " Lobos-ISSO é Incrível ", pode ter conteúdo que é de propriedade ou licenciados pela BBC Worldwide. Como resultado, o vídeo foi bloqueado no YouTube. Esta alegação penaliza o status da conta. Visite sua página Aviso de direitos autorais para mais detalhes sobre a política aplicada para o seu vídeo. Atenciosamente, - A equipe do YouTube

 Veja abaixo a lista de vídeos que upei essa semana tem desde a fabrica da coca cola até um cachorro com medo de andar de carro


Após crise com pirataria, locadoras de vídeo reabrem as portas (Fala sério )


Locadoras online não são ameaça porque vamos falar em legalidade (...) A campanha que as 'onlines' fazem na mídia vem a somar e faz com que o consumidor volte a locar"



Não li a reportagem até o final até porque isso ai é uma utopia!!! locadora ? já era mesmo o que li foi todos os comentários ....risos....
·          
·         Gabriel SilvaVespasiano, MG
Po Bruno " Triste realidade " por que meu velho ??? Eu estou assistindo seriados como Luther e Red line , dois seriados Britânicos que não passariam sequer na Sky Tv brasileira ou muito menos teriam os " BOX" pra compra nessas locadoras falidas... Bicho pirataria é uma coisa... Baixar as mais variadas artes na sua casa , assistir , curtir e guardar em 5 teras de HD é outra coisa completamente diferente. Acho que o tempo das locadoras terminou mesmo bro... Tudo muda. Carro usado já foi uma das maiores fontes de renda ... hoje em dia... nada.

·         Marcelo FerreiraCuritiba, PR
Complementando: isso só pode ser matéria paga, aqui em Sorocaba, mais de 80 % já fecharam.

·         Marcelo FerreiraCuritiba, PR
De nada adianta uma locadora se os filmes chegam 2 meses depois de sairem das telas do cinema, demorado demais, caro demais, além de manterem filmes que estao no mercado há meses como "lançamentos ". O futuro é claro, locação on-line. Faz meses q nao alugo nada e não faz falta alguma.

·         Fernanda Sobral
eu acho que as locadoras nao dao certo pelo fato de hoje existirem varios meios de conseguir um filme desde a pirataria ate a internet ninguem mais aluga um filme para poder assistir se pode baixar de graça na internet

·         Igor Alberti
Baixo filme na internet mesmo, vo sim paga 5, 6 reais pra fica com um filme um dia sim...

·         Bruno
Infelizmente sabemos que EXISTE a pirataria em bluray. O codigo foi quebrado e eh uma questao de tempo ate q fique viavel para os piratas comecarem a vender nas bancas pelas ruas. Triste realidade...

·         Gabriel SilvaVespasiano, MG
Aonde... não tem mais por que existir locadoras... Acabou ! Mesmo aqueles que são apaixonados e fieis não podem sustentar o fluxo necessário para pagar as contas mensais de uma locadora... " Todo mundo " por favor aprenda a correr atrás de seus próprios filmes na internet, é um trabalho necessário se quiser esse tipo de lazer. #FATO

·         Heloísa Macedo
Aeeeee!! Locadora é tudo de bom! =D Espero muito que jamais entrem em extinção

·         Leo Silva
È impressionante a hipocrisia de certos comentarios dizendo que isso e aquilo é pirataria ,eu simplesmente DUVIDO se não á alguém que NUNCA baixou uma musica ou um simples arquivo que seja na rede, isso tbm é pirataria , então não venham com discursos bonitos.

·         Jose Pinto
ja vira g1 colocar negocio na realidade a quela programa pequena empresa grande negocio é um piada mostra matéria de negocio já decadência .....

·         Priscilla Paiva
"Jornalismo é publicar o que alguém não quer que seja publicado; todo o resto é publicidade".

·         Marcio Souza
Boa sorte aos corajosos empresários e mais ainda ao casal que investiu meio milhão nisso. Locadora é coisa do passado ainda mais hoje em dia pela facilidade de comprar pela tv a cabo como a net now. Investimento muito alto para um risco mais alto ainda.

·         ELISSANDRA AMARONao Informado
Gente eu tô rindo aqui pq estão dizendo que os filmes da net é em blu-ray...rsrs eu tenho 20 megas em casa,e tenho um aparelho em blu-ray..já baixei filme na net em blu-ray...e também já aluguei..meu deus..a imagem é de um dvd normal com boa qualidade..isso é..agora dizer que é blu-ray ..nunca!!!tem que ver a imagem em blu-ray..nem se compara...kkkkkkk

·         Marcelo Rodrigues
Há anos que existe Netflix e serviços online e até agora não deram conta da demanda. Além disso, quem fala que as locadores logo irão acabar, no mínimo é porque não sabe que mais da metade da população brasileira não tem acesso a esse tipo de recurso. Daí a sobrevivência das locadoras. O mercado online é bom, mas está longe de superar a demanda, principalmente em qualidade e custo, que ainda é muito caro em algumas regiões (some aí o custo com banda larga e infra-estrutura para poder assistir ao filme).

·         Silva
Essa matéria não corresponde a realidade da cidade onde moro. Várias locadoras aqui já fecharam as portas e as que ainda sobrevivem, pelo jeito que vai, não vão demorar a fechar. De vez enquando ainda vou numa que fica aqui perto de casa, olho os títulos, mas não alugo nenhum. Antigamente alugava uma média de 5 filmes por semana. Se for um filme que gostar, compro original pelo internet. Tenho uma DVDteca com mais de 100 títulos, principalmente clássicos. Compensa comprar original, os preços cairam muito.

·         Silva
Essa matéria não corresponde a realidade da cidade onde moro. Várias locadoras aqui já fecharam as portas e as que ainda sobrevivem, pelo jeito que vai, não vão demorar a fechar. De vez enquando ainda vou numa que fica aqui perto de casa, olho os títulos, mas não alugo nenhum. Antigamente alugava uma média de 5 filmes por semana. Se for um filme que eu gosto, compro original pelo internet. Tenho uma DVDteca com mais de 100 títulos, principalmente clássicos. Compensa comprar original, os preços cairam muito.

·         Allan FelixSão Paulo, SP
brincadeira essa reportagem, parece que foi comprada, hoje e amanhã serviços como now e netflix iram acabar de vez com tudo isso assim como a industria da musica de CDS

·         Malaquias Hawk
Não sou hipócrita, já fiz download de filmes sim. Hoje em dia troquei o download ilegal pelo legal. Faço assinatura de um serviço de streaming e eventualmente alugo filmes em locadoras online, ambos os serviços me atendem bem. Não condeno quem gosta de alugar filmes em locadoras físicas, tem gosto pra tudo, afinal, mesmo hoje em dia ainda existem pessoas que compram discos de vinil. Cada um faz o que quiser, eu escolhi a comodidade de alugar e comprar tudo de casa, pela internet.

·         Emanuel Andrade
Com o mercado de STREAMING (nao eh pirataria) crescendo no mundo todo, em pouco tempo as locadoras vao fechar. No Brasil a internet eh boa, o problema eh a falta de aparelhos para streaming. Nos EUA tudo o que eh vendido hoje nas lojas tem acesso aos servicos de streaming (NetFlix, Amazon, HULU, YouTube, ...), sem falar dos maquinas do RedBox. Mas lendo os comentarios, acho impressionante como as pessoas se referem a pirataria como se fosse uma coisa normal e legal. Pessoas deviam se envergonhar dessa pratica. Isso eh roubo. E no fds esta todo mundo na passeata contra a corrupcao.So no Brasil

·         Leo Silva
Faz alguns anos que não alugo filmes e essa matéria pra mim e furada tem cara de puro merchan , hj em dia quem não tem um pc? basta obter um seviço de internet que seja veloz e pronto , filmes em hd , blue-ray é o que mais tem na rede , acorde de manhã tome seu café ,deixe baixando alguns filminhos vá trabalhar chegando do serviço só apreciar!

·         Vinícius VinclerRio de Janeiro, RJ
Olha tenho uma TV 3D não alugo filmes... Prefiro pegar na net, e digo mais, a qualidade eh excelente não fica devendo em nada. Não teria lógica no momento eu pagar 10 reais para alugar filme 3D, Sem mais.

·         Cesar Augusto
honestamente? deus pode me punir se tiver mentindo , mais nao entro em uma locado desde 2006 foi quando comprei meu pc kkkk, baixo filem em hd e até mesmo em bluy ray pela net e nao pago da por isso.nao sei como as locadoras ainda funcionam kkkk

·         Verissimo Vieira
Não se iludam donos de locadora, eles só voltaram porque tiraram o Megaupload do ar...

·         Carla LinoSão Bernardo do Campo, SP
Nos Estados Unidos a Blockbuster nao aguentou a concorrencia e esta fechando todas as lojas, uma a uma, ficando soh com a loja virtual.

·         Francisco Sousa
vamos dar valor a legalidade e a qualidade minha gente,com a reabertura dessas lojas quantos empregos nao foram gerados...porem,o governo devia dar algum incentivo,como fazem com os eletrodoméstico;pra quem gosta de colecionar pagar cem ou mais em bluray é complicado.

·         Erik Bengtson
Alugar no Apple tv e netflix é mais pratico. Mas só pra quem tem internet rapida

·         Paula DantasSão Paulo, SP
Mas nem disfarçaram a matéria paga... lamentável, heim G1! Cadê a credibilidade? :(

·         Herbert SaidUberlândia, MG
Alugar filme eh coisa do seculo passado! flinstones!!!! pra quem ta falando q internete n tem qualidade, baixo bluray tranquilamente!!

·         Carlos Velho
Realmente, é bom ir na locadora e escolher filmes nas prateleiras; também é bom assisitir aos especiais (making off, erros...); e facilita bastante quando o atendente já conhece nossas preferências e auxilia na escolha dos filmes, mas, "peraí"... 10 reais por locação está meio exagerado mesmo. Aqui na minha cidade pago R$ 5,00 na locação de um blue-ray (legítimo).

·         Eduardo Almeida
O que me dizem do mkv, que nada mas é que um blu ray ripado, e a imagem nao deixa nada a desejar quem já assistiu em uma tv de alta resolução sabe do que estou falando

·         Carlos
Pra mim internet nunca colou. A qualidade é péssima (mas tem gente que não enxerga isso). Os mkv são bons, mas ou é preciso conectar via laptop ou alguma tv compatível, ainda tem que dar a sorte de pegar uma legenda sincronizada e oficial. É muita coisa pra pouco dinheiro, eu ainda uso locadora ou payperview. Mas o certo é aumentar a qualidade sempre pra que o download não consiga acompanhar a evolução. E se negar a pagar R$10, ou menos, em uma locação é muita miserabilidade !

·         Juan Malheiros
Ana Batista, os piratas enganam as pessoas por falta de conhecimentos, aqueles filmes blu-ray se vc perceber na borda do disco tem escrito dvd-r HEHE... Unica maneira você colocar em um dvd pra chegar perto da qualidade de imagem seria na extenção MKV ou semelhantes na resolução 1080p. Adorava ir nos fim de semanas escolher filmes nas prateleiras da locadora.

·         Fernando Santos
Alugar Blu ray só se for para assistir os bônus, porque apenas o filme a internet atende muito bem obrigado.
6 horas atrás
FacebookTwitterDENUNCIAR
·         Cristiano Souza
"blue-ray" é sacanagem !!!! 4ºparagrafo

·         Ana Batista
E quem disse ao Granato que blu-ray não tem pirata? Não é 3 por 10 reais igual ao dvd normal mas a pirataria de blu-ray já existe, inclusive 3D.

·         Filipe BiccaMafra, SC
A videoteca sempre foi referencia pela qualidade no atendimento e principalmente na quantidade dos lançamentos disponíveis, triste foi ver uma vez em Lages os lançamentos a 3,50 e a mesma franquia cobrando quase 10,00 em São José.

·         Ricardo Heletrico
"bluray não tem pirataria e provavelmente nunca vai ter" aham... vai nessa... com a popularização constante de internet de banda larga e melhoria das velocidades, é uma questão de tempo para a pirataria de filmes em alta resolução se tornar tão popular quanto a de DVDs...

leia a reportagem completa 

FreedomPop


Empresa planeja oferecer banda larga sem fio e gratuita nos EUA



Com apoio de um dos fundadores do Skype, FreedomPop vai dar aos americanos quase um gigabyte de acesso livre e de alta velocidade

Quando pensamos em direitos humanos básicos, o acesso à internet de banda larga sem fio provavelmente não está no topo da lista. Porém, uma nova empresa apoiada por um dos fundadores do Skype discorda e planeja levar banda larga móvel gratuita para os Estados Unidos até o fim do ano usando o slogan "a internet é um direito, não um privilégio".

Chamado FreedomPop, o serviço dará aos usuários quase um gigabyte de acesso livre e de alta velocidade à internet móvel por mês pela rede WiMAX da Clearwire e, no futuro, pela da LTE. Também estarão à disposição outros planos pré-pagos de baixo custo com acesso a mais dados. Tony Miller, vice-presidente de marketing do FreedomPop, deu poucos detalhes específicos sobre os produtos da empresa e de como pretende ganhar dinheiro - e nem sequer cita os executivos ou fundadores -, mas disse esperar que o serviço estreasse entre julho e setembro e termine sendo lançado em outros países.

A chegada do FreedomPop coincide com o rápido crescimento do número de usuários de smartphone e o lançamento de redes 4G à medida que as operadoras sem fio tentam acompanhar o passo com a demanda crescente por dados móveis. A companhia não é a única que vê uma oportunidade no lançamento de um serviço 4G gratuito: a NetZero recentemente lançou planos gratuitos e de baixo custo. Porém, se a NetZero oferece 200 megabytes de dados sem fio gratuitos por mês, o FreedomPop oferecerá quase o quíntuplo dessa quantidade - mais do que a maioria dos usuários atualmente consomem por mês.

"Desejamos transformar o acesso em commodity, da mesma forma que o Skype fez com a voz", diz Miller. Segundo ele, os criadores da empresa são amigos de Niklas Zennstrom, cofundador do Skype, que há muito tempo queria trabalhar com uma empresa novata ligada a acesso gratuito a internet. Zennstrom é apoiador e consultor, mas não faz parte ativa da administração da firma.

De acordo com Miller, da mesma forma que o Skype, o FreedomPop usará um modelo "freemium" pelo qual os usuários recebem alguns serviços de graça e precisam pagar por mais. Depois que os usuários ultrapassarem a cota mensal, pagarão uma taxa. Segundo Miller, a cobrança sobre o excedente será "barata" - provavelmente um centavo por megabyte; talvez mais barato para clientes do serviço pré-pago - já que a empresa deseja incentivar o uso.

Sem dar detalhes, Miller acrescenta que os usuários poderão ganhar mais consumo de dados por meio de recursos sociais embutidos no serviço e dividir parte da cota de dados com outros usuários.

Miller afirma que, a princípio, a FreedomPop oferecerá três equipamentos de banda larga móvel. Haverá um adaptador USB para laptops, um "hotspot" Wi-Fi pelo qual até 20 equipamentos poderão se conectar à web e um estojo para iPhone que permitirá ao smartphone contornar a operadora sem fio do cliente, recarregar o telefone e que também funciona como "hotspot" para até oito aparelhos adicionais.

Os usuários não vão pagar pelos aparelhos, mas terão de efetuar um depósito restituível. Miller afirma que a intenção é evitar o abuso, como o de pessoas revendendo um "hotspot" ou estojo para iPhone no eBay. Os equipamentos serão vendidos principalmente online, mas talvez também estejam disponíveis em lojas físicas.

A FreedomPop ainda venderá planos de dados pré-pagos sem fio cujo preço será "significativamente mais baixo" do que os pré e pós-pagos existentes no mercado. Os preços variam, mas a AT&T cobra US$ 50 mensais por um contrato de dois anos que dá ao usuário cinco gigabytes para usar com um modem USB ou um "hotspot" móvel, enquanto os planos para smartphone incluem uma opção de três gigabytes a um custo de US$ 30 mensais. Entre os pré-pagos, a GoPhone oferece 500 megabytes por US$ 25.

"Um gigabyte não será suficiente" - Segundo Miller, a FreedomPop espera que a maior parte da receita venha de serviços além do acesso à internet. Ele não especificou quais serão esses serviços, mas garantiu que oferecer segurança como uma rede virtual privada não será um deles - o teste não apresentou bons resultados. Ainda de acordo com Miller, a empresa também está de olho em oportunidades publicitárias, que poderiam ser outra fonte de receita.

Brian Rich, sócio da empresa de capital de risco Catalyst Investors, que investiu na Clearwire, disse que a FreedomPop é uma ideia inteligente, por estar se aproveitando da capacidade oferecida pela rede da Clearwire, menos restrita que as da AT&T e Verizon Wireless. Ele também se pergunta se a FreedomPop conseguirá lucrar o suficiente revendendo o serviço da Clearwire para que a iniciativa valha a pena.

Neil Shah, analista da Strategy Analytics, tem a mesma opinião, dizendo que a FreedomPop precisará fechar acordos com outros parceiros de banda larga móvel porque o alcance da Clearwire ainda é limitado. Atualmente, o serviço cobre mais de 130 milhões de pessoas em pelo menos 70 cidades norte-americanas. A FreedomPop também tem um acordo com a LightSquared, que planeja a venda no atacado em âmbito nacional da rede da LTE, porém a Comissão Federal de Comunicação recentemente cancelou a licença da empresa. Miller disse que a FreedomPop está negociando outro contrato nacional.

Shah alerta para o fato de que à medida que as pessoas ficarem mais acostumadas a usar dados nos celulares, a FreedomPop necessitará dar ainda mais para atrair usuários para o serviço. "No fim das contas, um gigabyte não será suficiente."

Fonte: Veja